1 - (UNIMONTES MG/2007) Leia o texto. Para que prestem a

download report

Transcript 1 - (UNIMONTES MG/2007) Leia o texto. Para que prestem a

Ensino Médio – Unidade São Judas Tadeu
Professor (a):
Aluno (a):
João Carlos
Série: 2ª
Data: ____/ ____/ 2014.
LISTA DE HISTÓRIA
1 - (UNIMONTES MG/2007)
Leia o texto.
Para que prestem a utilidade desejada, as colônias
não podem ter o necessário para subsistir por si sem
a dependência da metrópole.
a) Cite uma semelhança e uma diferença entre a
atividade criatória e a produção açucareira no Brasil
Colônia.
b) Explique o deslocamento do eixo econômico da
Colônia do Nordeste para o Sudeste durante o
século XVIII.
(Marquês de Pombal. Citado por LAPA, J.R.A. O antigo
sistema colonial. São Paulo: Brasiliense, 1982)
Explique, em aproximadamente 5 linhas, o
pensamento de Pombal, dentro dos padrões
mercantilistas.
2 - (UFG GO/1996)
“Nos campos da vacaria, no sertão do Mimoso e nos
pântanos do Pequiri, sou rei.”
Assim pensa o sertanejo criado por Visconde de
Taunay, no século passado, em Inocência.
Considerando a obra citada, explique:
a) Duas (2) características do povoamento do
“sertão” descrito por Taunay;
b) Duas (2) características culturais do “sertanejo”
presentes na obra Inocência.
3 - (UFRRJ/2007)
“E posto que sejam muitos os currais da parte da
Bahia, chegam a muito maior número os de
Pernambuco, cujo sertão se estende pela costa desde
a cidade de Olinda até o Rio São Francisco (...).
Sendo o sertão da Bahia tão dilatado, (...) quase
tudo pertence a duas das principais famílias da
mesma cidade. (...) Porque a Casa da Torre tem
duzentas e setenta léguas pelo Rio São Francisco
acima à mão direita, indo para o sul; e indo do dito
rio para o norte, chega a oitenta léguas”.
(ANTONIL, Cultura e Opulência por suas Drogas e Minas –
edição
fac-similar da edição Princeps de 1711. Recife, Imprensa
Universitária
da EFPE, 1969, p.184 - 186.)
A criação de gado tornou-se uma das atividades
econômicas mais importantes da América
Portuguesa.
4 - (UNICAMP SP/1990)
Durante o período colonial, o fisco metropolitano
no Brasil atingiu todas as atividades econômicas e
recorreu às mais variadas formas de arrecadação.
Dentre os meios utilizados destacaram-se aqueles
praticados nas áreas de mineração porque foram os
mais expressivos e escorchantes. Caracterize os
sistemas utilizados pela coroa portuguesa para
arrecadar o Quinto Real na região de Minas.
5 - (UFG GO/2000)
No final do século XVIII, na região das Minas
Gerais havia acabado o ouro de aluvião – aquele
que era encontrado à flor da terra. O processo de
mineração havia se tornado extremamente caro e
difícil e, além disso, todo ouro retirado não
conseguia tornar a região rica ou formar um mínimo
de capital acumulado que permitisse o
desenvolvimento.
a) Para onde foi drenado o ouro do Brasil, que não
enriquecia brasileiros e nem portugueses, durante
todo o século XVIII ?
b) Que relação existe entre tal saída de ouro e a
revolução industrial inglesa, durante o século XVIII
e início do século XIX ?
6 - (UNICAMP SP/2004)
No século XVII, o Rio de Janeiro era um dos
principais pólos econômicos do
Império
Ultramarino Português. Na segunda metade do
século, a região era grande produtora e exportadora
de açúcar e consumidora de escravos, sendo que
seus comerciantes atuavam intensamente no tráfico
negreiro com a África e no acesso à prata das zonas
espanholas na América, através do rio da Prata. A
despeito de tudo, seus moradores viviam oprimidos
Fone: Unid. São Judas Tadeu (62) 3205 – 4833 – www.colegiointerativa.com.br – e-mail: [email protected]
com as pesadas taxações que eram obrigados a
pagar para a manutenção das tropas de defesa.
(Adaptado de Luciano Raposo de Almeida Figueiredo, O
Império em apuros: notas para o estudo das alterações
ultramarinas e das práticas políticas no Império
Colonial Português. Séculos XVII e XVIII, em
Júnia Ferreira Furtado (org.), Diálogos Oceânicos.
Minas Gerais e as novas abordagens para uma
história do Império Ultramarino Português. Belo
Horizonte/São Paulo: UFMG/Humanitas, 2001, p.
207).
a) Identifique os principais pólos que demarcam a
extensão territorial do Império Ultramarino
Português no século XVII.
b) Quais atividades desenvolvidas na América
Portuguesa sustentaram sua importância econômica
durante o século XVII?
c) Explique de que maneira o fisco era um
problema na América Portuguesa.
7 - (UNESP SP/2005)
A julgar pelas palavras de um dos primeiros
governadores, ao fim das duas primeiras décadas
do século XVIII, a chuvosa e fria região central da
terra mineira “evaporava tumultos”, “exalava
motins”, “tocava desaforos”, quando não
“vomitava insolências”. (...) poder- se -ia inferir
que o cenário dominante nas Minas era de um
permanente confronto dos novos habitantes –
desejosos de enriquecer rapidamente e, portanto,
tentando fugir da ação limitadora (e arrecadadora)
do Estado (...) Bem ao espírito da época, o quinto
era um ‘direito real’ praticamente incontestado.
(...) Se, por um lado, a legitimidade do direito ao
quinto sobre o ouro nunca foi formalmente
questionada pelos moradores das Minas, por outro,
as formas de sua aferição e o controle da
arrecadação sempre foram objeto das mais acres
polêmicas. (João Pinto Furtado, O Manto de
Penélope – História, mito e memória da
Inconfidência Mineira de 1788-9.)
a) Cite dois métodos utilizados em Minas Gerais
para a arrecadação do quinto durante o século
XVIII.
b) Identifique e caracterize uma rebelião ocorrida
em Minas Gerais na primeira metade do século
XVIII.
8 - (UNIRIO RJ/2006)
“A descoberta de ouro em Minas Gerais, Mato
Grosso, Goiás e sul da Bahia provocou
transformações radicais na vida, até então agropastoril, da colônia. Muito embora, no balanço do
século XVIII, as rendas com o açúcar tenham
superado as do ouro, as modificações trazidas pela
mineração mudaram irreversivelmente a face da
colônia. A plantation, a atividade extrativa e a
agricultura de subsistência não acabaram, mas lhes
foi acrescentada uma nova forma econômica, cujas
relações de produção, circulação e consumo de
bens, além das de trabalho eram diversas.”
Conforme expresso no texto acima, a atividade
mineradora no Brasil colonial, destacadamente na
primeira metade do século XVIII, provocou
diversas transformações na estrutura sócioeconômica da colônia.
Cite uma mudança sócio-econômica ocorrida no
Brasil colonial, na primeira metade do século
XVIII, decorrente da atividade mineradora e
explique-a.
9 - (FUVEST SP/2007)
As interpretações históricas sobre o papel dos
Bandeirantes nos séculos XVII e XVIII apresentam,
de um lado, a visão desses paulistas como heróis e,
de outro, como vilões. A partir dessa afirmação,
discorra sobre
a) os bandeirantes como heróis, ligando-os à
questão das fronteiras.
b) os bandeirantes como vilões, ligando-os à
questão dos índios.
TEXTO: 1 - Comum às questões: 39, 40
Minha cidade
Goiás, minha cidade…
Eu sou aquela amorosa
de tuas ruas estreitas,
curtas,
indecisas,
entretanto,
saindo
uma das outras.
Eu sou aquela menina feia da ponte da Lapa
Eu sou Aninha. (…)
Eu sou a dureza desses morros,
revestidos,
enflorados,
lascados a machado,
Fone: Unid. São Judas Tadeu (62) 3205 – 4833 – www.colegiointerativa.com.br – e-mail: [email protected]
lanhados, lacerados.
Queimados pelo fogo.
Pastados.
Calcinados.
Renascidos.
Minha vida,
meus sentidos,
minha estética
todas as vibrações
de minha sensibilidade de mulher,
têm, aqui, suas raízes.
diversas, decorrente das especificidades históricas
de cada período.
As cidades cumpriram importante papel na
organização da economia e da sociedade colonial,
entretanto não é possível analisar sua função com
base no conceito de urbanização. Responda:
a) Qual a função econômica e social da cidade
no mundo colonial?
b) Por que não podemos utilizar o conceito de
urbanização nesse período?
CORALINA, Cora. Minha cidade. Poemas dos becos de
Goiás e estórias mais. São Paulo: Global, p. 37–39.
10 - (UFG GO/1998)
No poema Minha cidade, Cora Coralina retrata a
cidade de Goiás e simultaneamente registra a sua
condição de mulher, aproximando em sua poesia a
cidade da vida dos homens e mulheres que cruzam
as ruas e morros da antiga capital do Estado, desde a
época colonial. Mas as cidades assumem funções
Fone: Unid. São Judas Tadeu (62) 3205 – 4833 – www.colegiointerativa.com.br – e-mail: [email protected]