Aula 3 - Orientação de Pessoas (164352)

download report

Transcript Aula 3 - Orientação de Pessoas (164352)

Cultura Organizacional
• A Cultura Organizacional
• Componentes da Cultura Organizacional
• A Socialização Organizacional
• Métodos de Socialização Organizacional
Profª. Vera Márcia Gabaldi
Disciplina: Gestão de Pessoas
Cultura Organizacional
A Cultura organizacional ou cultura corporativa é o conjunto de hábitos e
crenças, estabelecidos por normas, valores, atitudes e expectativas,
compartilhado por todos os membros da organização;
Constitui o modo institucionalizado de agir, que existe em uma
organização;
A essência da cultura de uma empresa é expressa pela maneira com que
ela faz seus negócios, trata seus clientes e funcionários, o grau de
autonomia ou liberdade que existe em suas unidades e o grau de lealdade
expresso por seus funcionários a respeito da empresa;
Assim, a cultura é aprendida, transmitida e partilhada entre os membros
da organização.
Componentes da Cultura Organizacional
Os três níveis da cultura organizacional
1. Artefatos
Artefatos são as coisas concretas que cada um vê, ouve e sente quando
se depara com uma organização;
Quanto percorremos os escritórios de uma empresa, podemos notar a
forma como as pessoas se vestem, como falam, sobre o que conversam,
como se comportam e o que é importante para elas;
Os símbolos, as histórias, os heróis, os lemas, as cerimônias são
exemplos de artefatos.
Componentes da Cultura Organizacional
2. Valores Compartilhados
São valores relevantes que se tornam importantes para as pessoas e que
definem as razões pelas quais elas fazem o que fazem;
Por exemplo, na DuPont, os valores compartilhados se referem a
segurança. A empresa foi criada por um fabricante de pólvora para armas;
Os valores de segurança são traços fortes da cultura da DuPont, desde os
tempos em que a pólvora era seu principal negócio.
Componentes da Cultura Organizacional
3. Pressuposições básicas
Constituem o nível mais íntimo, profundo e oculto da cultura organizacional;
São crenças inconscientes, percepções, sentimentos e pressuposições
dominantes nos quais as pessoas acreditam;
A cultura prescreve a maneira de fazer as coisas, adotada na organização,
muitas vezes através de pressuposições não-escritas e nem sequer faladas.
Iceberg da Cultura Organizacional
Aspectos formais e abertos
Componentes
• Estrutura organizacional;
visíveis e
• Títulos e descrições de cargos;
publicamente
• Objetivos e estratégias;
observáveis,
orientados para
• Tecnologia e práticas operacionais;
aspectos
• Políticas e diretrizes de pessoal;
operacionais e de
• Métodos e procedimentos;
tarefas
• Medidas e produtividade física e financeira;
Aspectos informais e ocultos
• Padrões de influencia e de poder;
• Percepção e atitudes das pessoas;
• Sentimentos e normas de grupos;
• Valores e expectativas;
• Padrões e interações informais;
• Normas grupais;
• Relações afetivas
Componentes
invisíveis e
cobertos, afetivos e
emocionais,
orientados para
aspectos sociais e
psicológicos
Características das culturas bem-sucedidas
A cultura organizacional pode ser um fator de sucesso ou fracasso;
Pode ser flexível e impulsionar a organização, como pode ser rígida e travar o
seu desenvolvimento;
A parte visível do iceberg, onde estão os estilos de comportamento, é mais
fácil de mudar;
O nível invisível, onde estão os valores compartilhados e as pressuposições
são mais difíceis de se mudar;
A organizações bem sucedidas estão adotando culturas não somente
flexíveis, mas também sensitivas para acomodar as diferenças sociais e
culturais de seus funcionários.
Culturas conservadoras e culturas adaptativas
As organizações de culturas conservadoras se caracterizam pela
manutenção de idéias, valores, costumes e tradições que permanecem sólidos
e não mudam ao longo do tempo;
As organizações de culturas adaptativas se caracterizam pela criatividade,
inovação e mudança. São organizações que mudam suas idéias, valores,
costumes e que podem perder as suas características próprias, se não houver
uma amarração com seu passado;
A sobrevivência e o crescimento de uma organização existe na medida em
que tanto a estabilidade como a adaptabilidade e mudança são elevadas.
Socialização Organizacional
A socialização organizacional é a maneira como a organização recebe os
novos colaboradores e os integra à sua cultura, ao seu contexto e ao seu
sistema, para que eles possam comportar-se de maneira adequada às
expectativas;
Procura marcar no novo colaborador a maneira dele pensar e agir de
acordo com a empresa;
Os novos colaboradores devem renunciar algumas liberdades e concordar
em obedecer a um horário de trabalho, desempenhar uma determinada
atividade, seguir a orientação do seu gerente imediato, aprender as regas e
regulamentos internos;
O novo colaborador procura influenciar a organização e criar um ambiente
de trabalho que lhe proporcione satisfação e alcance seus objetivos
pessoais.
Aprendizagem da cultura organizacional
1. Histórias
Contos sobre o fundador da empresa, lembranças sobre dificuldades, regras
de conduta, cortes e recolocação de pessoas, acertos e erros do passado.
2. Rituais e cerimônias
Cerimônias de fim de ano, comemorações de aniversário da organização são
rituais que reúnem e reforçam a cultura da empresa.
Aprendizagem da cultura organizacional
3. Símbolos materiais
Arquitetura do edifício, salas e mesas, tamanho e arranjos físicos dos
escritórios constituem símbolos materiais que definem o grau de igualdade
ou diferenciação entre as pessoas.
4. Linguagem
Muitas organizações constituem uma linguagem como meio de identificar
membros de uma cultura. As organizações desenvolvem termos singulares
para descrever equipamentos, escritórios, pessoas-chave, fornecedores,
clientes ou produtos.
Os dois lados da adaptação mútua entre
pessoas e organizações
Socialização
Personalização
Organizacional
A organização
adapta as
pessoas
às suas
conveniências
As pessoas
adaptam a
organização
às suas
conveniências
Opções de Socialização de Novos Funcionários
O programa de integração pode ter as seguintes alternativas:
Formal ou informal: quando o novo funcionário é segregado e
diferenciado para tornar explícito o seu papel de ingressante, tanto
mais a socialização é formalizada. É o caso de programas específicos
de integração e orientação. A socialização informal coloca o novo
funcionário imediatamente em seu cargo com pouca ou nenhuma
atenção especial.
Individual ou coletivo: os novos membros podem ser socializados
individualmente ou agrupados e processados através de um conjunto
idêntico de experiências, como no serviço militar.
Uniforme ou variável: o programa fixo estabelece estágios
padronizados de transição da etapa de entrante para a etapa de
funcionário, O programa variável não prevê nenhum programa da
empresa quanto aos passos da integração.
Opções de Socialização de Novos Funcionários
O programa de integração pode ter as seguintes alternativas:
Seriado ou randômico: a socialização seriada utiliza
papéis que treinam e encorajam o novo funcionário, como
nos programas de aprendizagem e de tutoração. A
socialização randômica não utiliza papéis e os novos
funcionários ficam à vontade para atuar por sua própria
conta.
Reforço ou eliminação: a socialização por reforço
confirma e apóia certas qualidades e qualificações do novo
funcionário como ingredientes necessários para o sucesso
no cargo. A socialização por eliminação tenta eliminar ou
neutralizar certas características indesejáveis do recruta e
adaptá-lo ao novo papel a ser desempenhado.
Métodos de Socialização Organizacional
1. Processo Seletivo
2. Conteúdo do cargo
3. Supervisor como tutor
4. Grupo de trabalho
5. Programa de integração
Principais itens de um programa de socialização
1. A missão e os objetivos globais da organização
Métodos
Socialização
Organizacional
2. Asde
políticas
e diretrizes da organização
Assuntos
Organizacionais
Benefícios
Oferecidos
Relacionamento
Deveres do
novo
participante
3.
4.
5.
6.
7.
A estrutura da organização e as suas unidades organizacionais
Produtos e serviços oferecidos pela organização
Regras e procedimentos internos
Procedimentos de segurança no trabalho
Arranjo físico e instalações que o novo membro irá utilizar
1. Horário de trabalho, de descanso e de refeições
2. Dias de pagamento e de adiantamentos salariais
3. Programa de benefícios sociais oferecidos pela organização
1. Apresentação aos superiores e aos colegas de trabalho
1.
2.
3.
4.
5.
Responsabilidades básicas confiadas ao novo funcionário
Visão geral do cargo
Tarefas
Objetivos do cargo
Metas e resultados a alcançar
Manual do empregado de uma organização
:
* Mensagem de Boas-Vindas
: * Quais são seus Benefícios:
* História da Organização
: - Férias e Descanso Semanal
* O Negócio da Organização
: - Feriados
* Você e o seu Futuro
: - Seguro de vida em grupo
* O Que Você Precisa Conhecer:
: - Assistência médico-hospitalar
- Horário de trabalho
: - Estacionamento e transporte
- Períodos de descanso
: - Programas de treinamento
- Ausências do trabalho
: - Plano de sugestões
- Registros e controles
: - Planos de seguridade social
- Dias de Pagamento
: - Serviço social
- Prevenção de acidentes
: * Benefícios Especiais para Você:
- Utilização de telefones
: - Sindicato
- Supervisão
: - Planos educacionais
- Local de trabalho
: - Restaurante e café
- Locais de utilização e movimentação : - Grêmio recreativo
: