Como Evangelizar Grupos Específicos

download report

Transcript Como Evangelizar Grupos Específicos

Como evangelizar grupos
específicos
O bicho (Manuel bandeira)
Vi ontem um bicho
Na imundície do pátio
Catando comida entre os detritos.
Quando achava alguma coisa,
Não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.
O bicho não era um cão,
Não era um gato,
Não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem.
Bases bíblicas para evangelismo com grupos específicos
Jesus deu uma atenção especial aos pobres, necessitados e excluídos em seu
ministério e nos exortou a fazer o mesmo.
A prostituta, a adultera, o mendigo, os leprosos, os desonestos...
Todos eles após um encontro com o mestre tornaram-se novas criaturas.
"Misericórdia quero e não holocaustos" - Mt 12.7 b
"Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles" - Lc 5.3
“Porque tive fome e me destes de comer...estava nu e vestistes-me” Mt 25.35,36
"Mas um samaritano que ia de viajem chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de
íntima compaixão" - Lc 10.33
"Aquele que diz que permanece Nele, esse deve também andar assim como Ele
andou" –I Jo.1.6
Realidade humana
“ Percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o
evangelho do reino e curando toda sorte de enfermidades.
Vendo Ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas
como ovelhas que não tem pastor.”
Deus deseja que todos se salvem. O evangelho de Jesus deve chegar a todas as
Pessoas, também aquelas a margem da sociedade.
Grupos como:
Prostitutas
Moradores de rua
Usuários de droga
Menores de rua
Presidiários...
Temos visto estas pessoas? Ou já não as vemos mais como pessoas?
Jesus as viu e se compadeceu.
A motivação da evangelização é a compaixão (Mt. 9.36)
O público alvo da evangelização são as pessoas aflitas e desamparadas (9.36)
“Sede imitadores de Cristo.”
O poder público tenta em vão solucionar o problema, mas muitas vezes agrava-o pois
executa ações que os levam para estado pior.
Ex:
distribuição de seringas para uso de drogas, de camisinhas para evitar aids,
Casa para mães solteiras que acabam incentivando adolescentes a terem mais filhos...
Precisamos abrir nossas mentes a única solução é aquela que ocorre de dentro para
fora e essa só Jesus pode fazer e nós somos seus obreiros.
“ Ide por todo mundo e pregai o evangelho.”....
Precisamos ver com os olhos de Cristo estas pessoas, como ovelhas perdidas sem pastor.
A Igreja não pode ignorar a realidade do mundo”
(Palavra & Vida).
Essas pessoas que não vivem como seres humanos, estão aprisionadas por satanás estão mortas
fisicamente e espiritualmente.
Deus preparou tudo para a sua criação. Como deve se sentir vendo-os na rua debaixo de chuva, frio,
comendo Lixo, envenenando seus corpos, sem afeto, esperança....
“Eles também precisam da graça do Pai.’
A igreja não pode ser ficar dentro de quatro paredes, fomos chamados para levar a luz que
transforma, precisamos levar Jesus, ao encontro deles.
Tiago fala que dizer para alguém vai em paz que Deus te abençõe e não suprir sua necessidade física
está incompleto.
Esses grupos geralmente são dependentes químicos precisam de tratamento médico,
Lugar de acolhimento longe do vício com intensa estudo da palavra de Deus e projetos
De reintegração a sociedade e ao trabalho.
Não é fácil mas se o Senhor estiver neste negócio nada pode impedir seu sucesso.
Escolher determinados grupos humanos para evangelizar pode revelar-se fundamental, se quisermos
levar o evangelho a todas as pessoas. Um objetivo especifico.
Muitos só podem ser alcançados a noite, e fazer evangelismo noturno é entrar no
submundo dos viciados, dos rejeitados, dos menos favorecidos.
É preciso preparo espiritual, oração, técnicas apropriadas para se aproximar.
Ex:
• Não prometa nada que não possa cumprir ao morador de rua;
• Não apresente fisionomia emotiva ou de pena. transmita alegria e esperança;
• Não manifeste nojo de suas feridas (se houver) e nem medo de contágio;
• Criar amizade é a chave para a evangelização. Seja simpático, sorria;
• Evite perguntar o nome da pessoa repetidas vezes.
Procure quem já fez a abordagem;
Os sujos e mal cheirosos moradores de rua, os violentos viciado, os menores que nos
causam medo, os presidiários que muitas vezes perguntamos porque não os matam...
Temos visto essas pessoas com olhos de Cristo?
Ele vê um campo branco para ceifa.
Façamos o homem a nossa imagem, conforme a nossa semelhança” Gn.2
O propósito de Deus ao criar o homem era a adoração.
Vivendo segundo o propósito para o qual foi criado o homem seria feliz.
Porém, o pecado o levou a sair de debaixo da proteção de Deus e não ter comunhão
com Ele.
Sem essa comunhão o ser humano está sob o domínio do mal.
Paulo diz com enorme discernimento espiritual que:
“Nossa luta não é contra o sangue e carne mas contra principados e potestades.”
Jesus enxerga o aprisionamento espiritual sobre eles.
As compara também como ovelhas sem pastor.
Jesus fez diferença na vida da mulher adúltera.
A samaritana recebeu com amor e a transformou.
Peçamos a Deus visão e amor, clamemos por eles.
Para que Ele transforme estas pessoas.
.
Projeto Esperança na Praça - RJ
Moradores de rua estão sendo discipulados, retirados das ruas e encaminhados para
centros de tratamento ou para os lares de origem.
O projeto é voltado à assistência a marginalizados através de visitas aos lares e de
atividades evangelísticas realizadas em praças públicas e comunidades carentes, além
de atividades com crianças em situação de vulnerabilidade social.
Atualmente conta com núcleos de atendimento na Praça da Cruz Vermelha e na
Comunidade da Mangueira, na cidade do Rio de Janeiro, com os Projetos
Esperança na Alimentação e Esperança na Educação.
Projetos como Radical Brasil e Transradical Urbano
Início de uma visão mais profunda da igreja em realidades urbanas.
A JMN separa obreiros para atuação direta junto a rappers,
roqueiros, fanqueiros, ente outros.
A idéia de levar o Evangelho de maneira contextualizada a todos os
brasileiros rompe as barreiras do passado e torna cada vez mais
necessário um ministério que fale a língua daquele que é alvo do amor
de Deus.
Roupas rasgadas, brincos e tatuagens aos poucos vão deixando de ser
empecilhos para a aproximação dos batistas.
As vezes, temos um preconceito, temos medo, não queremos chegar
perto.
Quantos de nós, na rua, pediríamos informação a uma pessoa assim?”,
PESCA - Projeto Educacional e Social Casa da Amizade – RJ Promove a assistência social, moral e educacional às crianças e adolescentes da
comunidade alvo, juntamente com suas famílias, sem discriminação de etnia, gênero,
orientação sexual e religiosa, através das seguintes ações:
Capelania
Esporte e Lazer
Creche para crianças de 2 anos a 3 anos e 11 meses
Complementação pedagógica
Capacitação digital
Alfabetização para adultos
Apoio à Terceira Idade
Atendimento Comunitário