A frase complexa

download report

Transcript A frase complexa

A frase complexa As conjunções

Subclasses

Conjunções Coordenativas Subordinativas

Elisete Brás

Coordenativas

Copulativas • E • Nem • Nem…nem • Não só…mas também • Não só…como também Adversativa • Mas Disjuntivas • Ou • Ou…ou • Quer…quer • Ora…ora • Seja…seja Conclusiva • Logo Explicativas • Pois • Porquanto Elisete Brás

Subordinativas

Adverbiais Completivas causais Que, se, para temporais finais condicionais comparativas concessivas consecutivas Elisete Brás

A frase complexa

• • • • • Existe mais do que um verbo principal ou copulativo.

A articulação entre as orações é por coordenação ou por subordinação.

Na coordenação, combinam-se duas ou mais orações coordenadas.

Na subordinação, há uma oração subordinante da qual depende uma ou mais orações subordinadas.

Há orações não finitas e finitas.

Elisete Brás

Orações não finitas

• Infinitivas – Já não vemos o balão por ter subido muito

rapidamente.

• Gerundivas – Tendo subido muito rapidamente, o balão desapareceu.

• Participiais – Desaparecido aquele balão, lançaram outro.

Elisete Brás

Coordenação

Oração coordenada copulativa – O boneco de cabelo verde é divertido e não é caro.

• Oração coordenada adversativa – O boneco chega a casa careco, mas depois a erva-cabelo cresce muito. • Oração coordenada disjuntiva – Regas a erva-cabelo ou o boneco já não te interessa?

• Oração coordenada conclusiva – Este boneco é uma iniciação divertida à jardinagem, logo é didático. • Oração coordenada explicativa – A erva-cabelo cresce coma rega, pois há sementes dentro de “collant”. Elisete Brás

Subordinação

Oração subordinada adverbial causal – As crianças veem muito televisão porque os adultos não conversam com elas.

Vendo televisão em excesso, as crianças tornam-se passivas.

• Oração subordinada adverbial temporal – A criança chorou ininterruptamente até que a mãe regressou.

Regressada a mãe, a criança acalmou-se.

• Oração subordinada adverbial final – Guarde o melhor para o fim para que as suas refeições tenham um final feliz.

Para as suas refeições terem um final feliz, guarde o melhor para o fim.

Elisete Brás

• Oração subordinada adverbial condicional – Se não participas no jogo, ficas só.

Aplicando as estratégias definidas, vencemos o jogo.

• Oração subordinada adverbial concessiva – Viaja muito embora seja pobre.

Apesar de a viagem ter acabado, recordo os bons momentos.

• Oração subordinada adverbial comparativa – A literatura entusiasma-me mais que a pintura [me entusiasma]. • Oração subordinada adverbial consecutiva – Na semana passada, choveu tanto que os trabalhadores ficaram encharcados.

– Os trabalhadores continuaram a trabalhar debaixo de chuva a ponto de ficarem encharcados.

Elisete Brás

Oração subordinada substantiva completiva

– Os meus amigos disseram que vinham à

minha festa de aniversário.

– Os meus amigos perguntaram-me se fazia uma festa de aniversário.

Elisete Brás