III - Website Colégio Ceme

download report

Transcript III - Website Colégio Ceme

• COLÉGIO CEME
• Profº Bergson Morais Vieira
• Disciplina: História
• Aula: 09/03/2013
Revisão de História
• Povos da antiguidade
• Oriente Próximo: Sociedades, reinos, impérios
• O mundo grego
•
•
•
•
•
•
(Upf 2012) Com relação à civilização hebraica é incorreto afirmar:
a) O denominado “Cativeiro da Babilônia” constituiu-se no processo de diáspora dos
hebreus da região da Palestina. Esse processo os tornou um povo vagante desde aquela
migração forçada e consequente dispersão de sua civilização - situação só reparada com
a criação do Estado de Israel em 1948.
b) Suas leis foram sistematizadas a partir de reelaborações de códigos de várias
civilizações do Oriente Próximo, todavia, apresentaram uma novidade em relação às
demais ao defender os pobres, viúvas e órfãos.
c) A defesa de um deus uno, transcendente e bom implicava a vivência ética e moral
visando à salvação futura de cada um.
d) A consideração de si mesmos como “povo eleito” incutia nos hebreus a
responsabilidade de serem exemplos de moralidade e vivência para as demais
civilizações antigas.
e) A importância dedicada à história devia-se à compreensão de que é na atuação
temporal/cotidiana que se está constituindo o caminho para a salvação futura.
•
•
•
•
•
•
•
•
(Upf 2012) Com relação à civilização hebraica é incorreto afirmar:
a) O denominado “Cativeiro da Babilônia” constituiu-se no processo de diáspora dos hebreus da
região da Palestina. Esse processo os tornou um povo vagante desde aquela migração forçada e
consequente dispersão de sua civilização - situação só reparada com a criação do Estado de Israel
em 1948.
b) Suas leis foram sistematizadas a partir de reelaborações de códigos de várias civilizações do
Oriente Próximo, todavia, apresentaram uma novidade em relação às demais ao defender os pobres,
viúvas e órfãos.
c) A defesa de um deus uno, transcendente e bom implicava a vivência ética e moral visando à
salvação futura de cada um.
d) A consideração de si mesmos como “povo eleito” incutia nos hebreus a responsabilidade de
serem exemplos de moralidade e vivência para as demais civilizações antigas.
e) A importância dedicada à história devia-se à compreensão de que é na atuação
temporal/cotidiana que se está constituindo o caminho para a salvação futura.
Explicação: O “cativeiro da Babilônia” se refere ao período em que os hebreus do Reino de Judá
foram dominados pelos assírios e milhares foram deportados para a Babilônia e parcialmente
escravizados.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
1. As mais antigas civilizações humanas tiveram origem no oriente, surgiram com o sedentarismo humano, com a
organização social dos grupos cada vez maiores e mais complexos e também da necessidade de administrar os
excedentes da produção agrícola. Entre as civilizações orientais destacamos a egípcia, a babilônica, a hebraica, a
fenícia e a pérsica. Nos inventos simples como a roda, ou mais aprimorados como a escrita fenícia, o homem
emergiu da primitividade para a civilização.
Com base em seus conhecimentos sobre a antiguidade oriental, interprete corretamente a organização política,
econômica e social dessas civilizações.
I- As civilizações do oriente próximo como o Egito e a Mesopotâmia estruturaram sua organização econômica
baseada no modo de produção asiático.
II- As monarquias despóticas e teocráticas, nas quais o poder político concentra-se na pessoa do rei, eram
legitimadas pela religião.
III- Inicialmente, a organização da sociedade hebraica era dirigida pelos patriarcas e, mais tarde, por juízes, e em
nenhum momento instituiu-se um governo monárquico.
IV- O desenvolvimento de atividades comerciais, da metalurgia e da tecelagem iniciou-se no Império Persa,
incentivado pelo expansionismo no governo de Dario I.
V- A produção cultural e artística era pouco original e primária, cabendo destaque apenas aos aspectos religiosos
marcados nas construções de conteúdo estritamente religioso.
Estão corretas:
a. ( ) I e II.
b. ( ) I e III.
c. ( ) II e III.
d. ( ) IV e V.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
1. As mais antigas civilizações humanas tiveram origem no oriente, surgiram com o sedentarismo humano, com a
organização social dos grupos cada vez maiores e mais complexos e também da necessidade de administrar os
excedentes da produção agrícola. Entre as civilizações orientais destacamos a egípcia, a babilônica, a hebraica, a
fenícia e a pérsica. Nos inventos simples como a roda, ou mais aprimorados como a escrita fenícia, o homem
emergiu da primitividade para a civilização.
Com base em seus conhecimentos sobre a antiguidade oriental, interprete corretamente a organização política,
econômica e social dessas civilizações.
I- As civilizações do oriente próximo como o Egito e a Mesopotâmia estruturaram sua organização econômica
baseada no modo de produção asiático.
II- As monarquias despóticas e teocráticas, nas quais o poder político concentra-se na pessoa do rei, eram
legitimadas pela religião.
III- Inicialmente, a organização da sociedade hebraica era dirigida pelos patriarcas e, mais tarde, por juízes, e em
nenhum momento instituiu-se um governo monárquico.
IV- O desenvolvimento de atividades comerciais, da metalurgia e da tecelagem iniciou-se no Império Persa,
incentivado pelo expansionismo no governo de Dario I.
V- A produção cultural e artística era pouco original e primária, cabendo destaque apenas aos aspectos religiosos
marcados nas construções de conteúdo estritamente religioso.
Estão corretas:
a. ( ) I e II.
b. ( ) I e III.
c. ( ) II e III.
d. ( ) IV e V.
•
(Ufpi 2008) Entre as principais características da Civilização Hebraica, merecem
destaque especial:
•
a. ( ) A religião politeísta em que as figuras mitológicas de Abraão, Isaac e Jacó
formavam uma tríade divina.
b. ( ) A criação de uma federação de cidades autônomas e independentes (cidadesestado) controladas por uma elite mercantil.
c. ( ) A criação de um alfabeto (aramaico) que seria incorporado e aperfeiçoado pelos
egípcios, tornando-se conhecido como escrita hieroglífica.
d. ( ) As práticas religiosas caracterizadas pela crença na existência de um único Deus
(monoteísmo) e no messianismo, pois acreditavam na vinda de um messias libertador do
povo hebreu.
e. ( ) As inovações tecnológicas desenvolvidas na agricultura, possibilitando grande
crescimento da produtividade agrícola na região palestina.
•
•
•
•
•
(Ufpi 2008) Entre as principais características da Civilização Hebraica, merecem
destaque especial:
•
a. ( ) A religião politeísta em que as figuras mitológicas de Abraão, Isaac e Jacó
formavam uma tríade divina.
b. ( ) A criação de uma federação de cidades autônomas e independentes (cidadesestado) controladas por uma elite mercantil.
c. ( ) A criação de um alfabeto (aramaico) que seria incorporado e aperfeiçoado pelos
egípcios, tornando-se conhecido como escrita hieroglífica.
d. ( ) As práticas religiosas caracterizadas pela crença na existência de um único Deus
(monoteísmo) e no messianismo, pois acreditavam na vinda de um messias libertador do
povo hebreu.
e. ( ) As inovações tecnológicas desenvolvidas na agricultura, possibilitando grande
crescimento da produtividade agrícola na região palestina.
•
•
•
•
• (Ufsm 2004) A região da Mesopotâmia ocupa lugar central na
história da humanidade. Na Antiguidade, foi berço da civilização
sumeriana devido ao fato de
• a) ser ponto de confluência de rotas comerciais de povos de
diversas culturas.
• b) ter um subsolo rico em minérios, possibilitando o salto
tecnológico da idade da pedra para a idade dos metais.
• c) apresentar um relevo peculiar e favorável ao isolamento
necessário para o crescimento socioeconômico.
• d) possuir uma área agriculturável extensa, favorecida pelos rios
Tigre e Eufrates.
• e) abrigar um sistema hidrográfico ideal para locomoção de
pessoas e apropriado para desenvolvimento comercial.
• (Ufsm 2004) A região da Mesopotâmia ocupa lugar central na
história da humanidade. Na Antiguidade, foi berço da civilização
sumeriana devido ao fato de
• a) ser ponto de confluência de rotas comerciais de povos de
diversas culturas.
• b) ter um subsolo rico em minérios, possibilitando o salto
tecnológico da idade da pedra para a idade dos metais.
• c) apresentar um relevo peculiar e favorável ao isolamento
necessário para o crescimento socioeconômico.
• d) possuir uma área agriculturável extensa, favorecida pelos rios
Tigre e Eufrates.
• e) abrigar um sistema hidrográfico ideal para locomoção de
pessoas e apropriado para desenvolvimento comercial.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
(Ueg 2012) Artigo 200: Se um homem arrancou um dente de um outro homem livre igual a ele,
arrancarão o seu dente.
Artigo 201: Se ele arrancou o dente de um homem vulgar pagará um terço de uma mina de prata.
Artigo 202: Se um homem agrediu a face de um outro homem que lhe é superior, será golpeado
sessenta vezes diante da assembleia com um chicote de couro de boi.
CÓDIGO DE HAMURÁBI. In: VICENTINO; DORIGO. História para o Ensino Médio. São Paulo:
Scipione, 2001. p. 47.
Estes artigos pertencem ao célebre Código de Hamurábi, primeiro registro escrito de leis de que se
tem notícia. Com base na leitura dos exemplos apresentados, conclui-se que:
a) a pena pelo delito cometido pode variar de acordo com a posição social da vítima e do agressor.
b) para a legislação de Hamurábi, a Lei de Talião era absoluta, sempre “olho por olho, dente por
dente”.
c) Hamurábi conseguiu unificar a Babilônia a partir da implantação de um só código de leis para
todo o território.
d) os antigos babilônios consideravam que agredir a face de um homem era mais grave do que
arrancar seu dente.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
(Ueg 2012) Artigo 200: Se um homem arrancou um dente de um outro homem livre igual a ele,
arrancarão o seu dente.
Artigo 201: Se ele arrancou o dente de um homem vulgar pagará um terço de uma mina de prata.
Artigo 202: Se um homem agrediu a face de um outro homem que lhe é superior, será golpeado
sessenta vezes diante da assembleia com um chicote de couro de boi.
CÓDIGO DE HAMURÁBI. In: VICENTINO; DORIGO. História para o Ensino Médio. São Paulo:
Scipione, 2001. p. 47.
Estes artigos pertencem ao célebre Código de Hamurábi, primeiro registro escrito de leis de que se
tem notícia. Com base na leitura dos exemplos apresentados, conclui-se que:
a) a pena pelo delito cometido pode variar de acordo com a posição social da vítima e do agressor.
b) para a legislação de Hamurábi, a Lei de Talião era absoluta, sempre “olho por olho, dente por
dente”.
c) Hamurábi conseguiu unificar a Babilônia a partir da implantação de um só código de leis para
todo o território.
d) os antigos babilônios consideravam que agredir a face de um homem era mais grave do que
arrancar seu dente.
• (Ufrgs 2011) Na África, durante a Antiguidade, entre 3.000 a.C. e 332 a.C,
desenvolveu-se o primeiro Império unificado historicamente conhecido, cuja
longevidade e continuidade ainda despertam a atenção de arqueólogos e
historiadores.
•
• Esse Império
•
•
•
•
a) legou à humanidade códigos e compilações de leis.
b) desenvolveu a escrita alfabética, dominada por amplos setores da sociedade.
c) retinha parcela insignificante do excedente econômico disponível.
d) sustentou a crença de que o caráter divino dos reis se transmitia
exclusivamente pela via paterna.
• e) dependia das cheias do rio Nilo para a prática da agricultura.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
(Ufrgs 2011) Na África, durante a Antiguidade, entre 3.000 a.C. e 332 a.C,
desenvolveu-se o primeiro Império unificado historicamente conhecido, cuja
longevidade e continuidade ainda despertam a atenção de arqueólogos e historiadores.
Esse Império
a) legou à humanidade códigos e compilações de leis.
b) desenvolveu a escrita alfabética, dominada por amplos setores da sociedade.
c) retinha parcela insignificante do excedente econômico disponível.
d) sustentou a crença de que o caráter divino dos reis se transmitia exclusivamente pela
via paterna.
e) dependia das cheias do rio Nilo para a prática da agricultura.
Explicação: O enunciado refere-se ao Egito, Estado teocrático organizado por volta de
3200 a.C., a partir das comunidades camponesas estabelecidas ao longo do rio Nilo. O
Egito desenvolveu uma economia agrária, extremamente dependente do regime de
cheias e vazantes do rio, daí ser considerado uma “sociedade hidráulica”.
•
•
•
•
•
•
(Ufg 2003) Os povos antigos - os egípcios, os mesopotâmios, os gregos e os romanos - adotaram a
escravidão em suas diversas formas, como relação de trabalho dominante, que muitas vezes
coexistiu com outras modalidades de exploração de trabalho. Com base no exposto, julgue os itens
abaixo:
( ) Na Atenas antiga, Sólon (594-591 a.C.) realizou um conjunto de reformas políticas em favor
do interesse dos eupátridas. Entre essas reformas destacaram-se a lei de igualdade civil entre
metecos e escravos e o perdão das dívidas dos hilotas.
( ) No Egito antigo, recorria-se ao trabalho compulsório dos camponeses para a construção das
grandes obras arquitetônicas e hidráulicas, as quais eram executadas na época das cheias do rio
Nilo, período em que se interrompiam temporariamente as atividades agrícolas.
( ) Em 445 a.C. foi elaborada a Lei das Doze Tábuas, primeira compilação escrita das leis
romanas, que proibiu a escravidão por dívidas. A partir do III século a.C., durante a expansão
romana, mesmo com o aumento significativo do número de escravos prisioneiros de guerras, a
prática de escravizar crianças abandonadas ainda persistia.
( ) No Império Romano havia a prática social de libertar escravos como recompensa pelo serviço
fiel no leito de morte, desde que registrada em testamento. O primeiro imperador romano, Otávio
Augusto (27 a.C.-14 d.C.), limitou tal prática de libertação a no máximo cem escravos em cada
testamento.
Resposta: F V F F
•
•
•
•
•
(Ufg 2003) Os povos antigos - os egípcios, os mesopotâmios, os gregos e os romanos - adotaram a
escravidão em suas diversas formas, como relação de trabalho dominante, que muitas vezes
coexistiu com outras modalidades de exploração de trabalho. Com base no exposto, julgue os itens
abaixo:
( F ) Na Atenas antiga, Sólon (594-591 a.C.) realizou um conjunto de reformas políticas em favor
do interesse dos eupátridas. Entre essas reformas destacaram-se a lei de igualdade civil entre
metecos e escravos e o perdão das dívidas dos hilotas.
( V ) No Egito antigo, recorria-se ao trabalho compulsório dos camponeses para a construção das
grandes obras arquitetônicas e hidráulicas, as quais eram executadas na época das cheias do rio
Nilo, período em que se interrompiam temporariamente as atividades agrícolas.
( F ) Em 445 a.C. foi elaborada a Lei das Doze Tábuas, primeira compilação escrita das leis
romanas, que proibiu a escravidão por dívidas. A partir do III século a.C., durante a expansão
romana, mesmo com o aumento significativo do número de escravos prisioneiros de guerras, a
prática de escravizar crianças abandonadas ainda persistia.
( F ) No Império Romano havia a prática social de libertar escravos como recompensa pelo serviço
fiel no leito de morte, desde que registrada em testamento. O primeiro imperador romano, Otávio
Augusto (27 a.C.-14 d.C.), limitou tal prática de libertação a no máximo cem escravos em cada
testamento.
• (Fgv 2001) Das alternativas abaixo, a que melhor caracteriza a
sociedade fenícia é:
•
•
•
•
•
a) a existência de um Estado centralizado e o monoteísmo;
b) o monoteísmo e a agricultura;
c) o comércio e o politeísmo;
d) as Cidades-estados e o monoteísmo
e) a agricultura e a forma de Estado centralizado.
• (Fgv 2001) Das alternativas abaixo, a que melhor caracteriza a
sociedade fenícia é:
•
•
•
•
•
a) a existência de um Estado centralizado e o monoteísmo;
b) o monoteísmo e a agricultura;
c) o comércio e o politeísmo;
d) as Cidades-estados e o monoteísmo
e) a agricultura e a forma de Estado centralizado.
• (Ufes 1999) Na Antiguidade Oriental, o MODO DE PRODUÇÃO ASIÁTICO
caracterizou-se fundamentalmente pelo(a)
• a) fracionamento da propriedade fundiária em partes entregues a nobres da
Casa Real.
• b) concentração do controle da produção num partido político.
• c) apropriação formal da terra pelo Estado e efetiva pela comunidade
camponesa, cujos membros deveriam pagar impostos e prestar serviços ao
Estado.
• d) emprego da força de trabalho escravo, com um comércio operoso,
controlado por uma burguesia ativa e numerosa.
• e) industrialização acentuada, calcada sobre uma farta e barata força de
trabalho servil, amplamente dominada pela aristocracia fundiária.
• (Ufes 1999) Na Antiguidade Oriental, o MODO DE PRODUÇÃO ASIÁTICO
caracterizou-se fundamentalmente pelo(a)
• a) fracionamento da propriedade fundiária em partes entregues a nobres da
Casa Real.
• b) concentração do controle da produção num partido político.
• c) apropriação formal da terra pelo Estado e efetiva pela comunidade
camponesa, cujos membros deveriam pagar impostos e prestar serviços ao
Estado.
• d) emprego da força de trabalho escravo, com um comércio operoso,
controlado por uma burguesia ativa e numerosa.
• e) industrialização acentuada, calcada sobre uma farta e barata força de
trabalho servil, amplamente dominada pela aristocracia fundiária.
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
(Uece 2007) A lenda grega de Teseu e o Minotauro envolve as cidades de Creta e
Atenas. Considere as seguintes afirmativas sobre a ação dos sujeitos envolvidos na
referida lenda:
I - Teseu matou o Minotauro e livrou Atenas do tributo anual devido a Creta, de sete
moças e sete rapazes que eram devorados pelo Minotauro.
II - Ariadne, filha de Minos, rei de Creta, ajudou Teseu a encontrar a saída do labirinto
do Minotauro, dando-lhe um novelo de lã para marcar o caminho de volta do labirinto.
III - Poseidon, em recompensa pelo sacrifício de Minos, ofereceu o Minotauro para
proteger a sua família e o seu poder político sobre Creta e sobre as cidades vizinhas.
São corretas
a. ( ) apenas I e II
b. ( ) I, II e III
c. ( ) apenas II e III
d. ( ) apenas I e III
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
•
(Uece 2007) A lenda grega de Teseu e o Minotauro envolve as cidades de Creta e
Atenas. Considere as seguintes afirmativas sobre a ação dos sujeitos envolvidos na
referida lenda:
I - Teseu matou o Minotauro e livrou Atenas do tributo anual devido a Creta, de sete
moças e sete rapazes que eram devorados pelo Minotauro.
II - Ariadne, filha de Minos, rei de Creta, ajudou Teseu a encontrar a saída do labirinto
do Minotauro, dando-lhe um novelo de lã para marcar o caminho de volta do labirinto.
III - Poseidon, em recompensa pelo sacrifício de Minos, ofereceu o Minotauro para
proteger a sua família e o seu poder político sobre Creta e sobre as cidades vizinhas.
São corretas
a. ( ) apenas I e II
b. ( ) I, II e III
c. ( ) apenas II e III
d. ( ) apenas I e III
•
•
•
•
•
•
•
•
(Unesp 2010) A Ilíada, de Homero, data do século VIII a.C. e narra o último ano da
Guerra de Troia, que teria oposto gregos e troianos alguns séculos antes. Não se sabe, no
entanto, se esta guerra de fato ocorreu ou mesmo se Homero existiu. Diante disso, o
procedimento usual dos estudiosos tem sido:
a. ( ) desconsiderar os relatos atribuídos a Homero, pois não temos certeza de sua
procedência, nem se eles nos contam a verdade sobre o passado grego.
b. ( ) identificar na obra, apesar das dúvidas, características da sociedade grega antiga,
como a valorização das guerras e a crença na interferência dos deuses na vida dos
homens.
c. ( ) desconfiar de Homero, pois ele era grego e assumiu a defesa de seu povo, abrindo
mão da completa neutralidade que todo relato histórico deve ter.
d. ( ) acreditar que a Guerra de Troia realmente aconteceu, pois Homero não poderia ter
imaginado tantos detalhes e personagens tão complexos como os que aparecem no
poema.
e. ( ) descartar o uso da obra como fonte histórica, pois, mesmo que a guerra tenha
ocorrido, a Ilíada é um relato literário e não foi escrita com rigor e precisão científica.
GABARITO [B]
•
•
•
•
•
•
•
(Unesp 2010) A Ilíada, de Homero, data do século VIII a.C. e narra o último ano da
Guerra de Troia, que teria oposto gregos e troianos alguns séculos antes. Não se sabe, no
entanto, se esta guerra de fato ocorreu ou mesmo se Homero existiu. Diante disso, o
procedimento usual dos estudiosos tem sido:
a. ( ) desconsiderar os relatos atribuídos a Homero, pois não temos certeza de sua
procedência, nem se eles nos contam a verdade sobre o passado grego.
b. ( ) identificar na obra, apesar das dúvidas, características da sociedade grega antiga,
como a valorização das guerras e a crença na interferência dos deuses na vida dos
homens.
c. ( ) desconfiar de Homero, pois ele era grego e assumiu a defesa de seu povo, abrindo
mão da completa neutralidade que todo relato histórico deve ter.
d. ( ) acreditar que a Guerra de Troia realmente aconteceu, pois Homero não poderia ter
imaginado tantos detalhes e personagens tão complexos como os que aparecem no
poema.
e. ( ) descartar o uso da obra como fonte histórica, pois, mesmo que a guerra tenha
ocorrido, a Ilíada é um relato literário e não foi escrita com rigor e precisão científica.
•
•
•
•
•
•
•
•
(Puccamp 2005) Os países ocidentais herdaram traços significativos da democracia da
Grécia Antiga. No período clássico da história dessa civilização
a. ( ) a democracia dominou o mundo grego, destruindo as estruturas oligárquicas das
cidades-estado e abolindo a luta de classes, principalmente em Atenas.
b. ( ) o ideal democrático surgiu na cidade de Atenas, mas foi em Esparta que esse ideal
pode ser difundido entre todas as classes sociais, em razão da sua organização militar.
c. ( ) a conquista de direitos políticos pelos atenienses contribuiu para que Atenas se
distanciasse dos conflitos e da luta entre as cidades-estado, pela hegemonia grega.
d. ( ) os princípios da democracia ateniense apresentavam traços de universalismo,
porém excluía grande parte de seus habitantes do direito de participação direta na vida
política.
e. ( ) o ideal democrático contribuiu para o fim do trabalho compulsório, razão pelo qual
foi abolida a escravidão, sobretudo em Atenas.
•
•
•
•
•
•
•
•
(Puccamp 2005) Os países ocidentais herdaram traços significativos da democracia da
Grécia Antiga. No período clássico da história dessa civilização
a. ( ) a democracia dominou o mundo grego, destruindo as estruturas oligárquicas das
cidades-estado e abolindo a luta de classes, principalmente em Atenas.
b. ( ) o ideal democrático surgiu na cidade de Atenas, mas foi em Esparta que esse ideal
pode ser difundido entre todas as classes sociais, em razão da sua organização militar.
c. ( ) a conquista de direitos políticos pelos atenienses contribuiu para que Atenas se
distanciasse dos conflitos e da luta entre as cidades-estado, pela hegemonia grega.
d. ( ) os princípios da democracia ateniense apresentavam traços de universalismo,
porém excluía grande parte de seus habitantes do direito de participação direta na vida
política.
e. ( ) o ideal democrático contribuiu para o fim do trabalho compulsório, razão pelo qual
foi abolida a escravidão, sobretudo em Atenas.
• (Ufpi 2000) Assinale o que for correto a respeito da mulher na sociedade
democrática ateniense, na Antiguidade.
•
• a. ( ) Além de cuidar da administração interna das residências, cabia à mulher
fazer pessoalmente as compras no mercado.
• b. ( ) Naquela organização social, a mulher estava excluída da cidadania que era
reservada aos homens.
• c. ( ) A mulher podia ser repudiada pelo marido desde que este apresentasse
motivo justo e devolvesse o dote ao pai da esposa.
• d. ( ) As mulheres passavam boa parte do tempo fora de casa, nos locais
públicos com amigas e mesmo estabelecendo relações íntimas com outros
homens.
• e. ( ) No espaço do lar a mulher exercia o poder, cabendo a ela decidir pela
rejeição ou não dos filhos recém-nascidos.
•
• (Ufpi 2000) Assinale o que for correto a respeito da mulher na sociedade
democrática ateniense, na Antiguidade.
•
• a. ( ) Além de cuidar da administração interna das residências, cabia à mulher
fazer pessoalmente as compras no mercado.
• b. ( ) Naquela organização social, a mulher estava excluída da cidadania que era
reservada aos homens.
• c. ( ) A mulher podia ser repudiada pelo marido desde que este apresentasse
motivo justo e devolvesse o dote ao pai da esposa.
• d. ( ) As mulheres passavam boa parte do tempo fora de casa, nos locais
públicos com amigas e mesmo estabelecendo relações íntimas com outros
homens.
• e. ( ) No espaço do lar a mulher exercia o poder, cabendo a ela decidir pela
rejeição ou não dos filhos recém-nascidos.
•